Novidades

Tesla propõe tecnologia para detetar crianças sozinhas dentro dos carros

O problema é real: já não é a primeira vez que assistimos a desfechos trágicos com origem na presença de crianças dentro dos carros, devido às temperaturas elevadas.

A Tesla apresenta uma solução que diz ser mais eficaz do que uma câmara ou qualquer outro tipo de sensor convencional que existe atualmente. O sensor que a empresa de Elon Musk propõe possui capacidades que lhe permitem medir e analisar micromovimentos involuntários (como a respiração e o batimento cardíaco) e até mesmo "visualizar" através de tecidos ou outros materiais mais finos (possivelmente com recurso à utilização de ondas eletromagnéticas).

Este combo de parâmetros analisados pelo sensor conseguiria analisar a presença das mais variadas coisas, desde objetos, pessoas e animais; permitindo resolver de alguma forma um problema que já causou várias mortes - a presença de crianças dentro de automóveis quando a temperatura é muito elevada podendo resolver o problema, por exemplo, ao acionar automaticamente a climatização, fazer chamadas de emergência para os pais ou serviços de emergência, etc... Neste sentido, esta tecnologia promete ser bem mais eficaz do que as câmaras interiores já presentes no Model 3 e no Model Y.


Esta tecnologia promete ainda mais...


Para além das funcionalidades já brevemente descritas nos parágrafos anteriores, esta tecnologia seria também útil para melhor o funcionamento do sistema de airbags ajustando-os o melhor possível à pessoa em questão tendo em conta as suas caraterísticas anatómicas. Da mesma forma, este sistema ajudaria na deteção mais atempada, eficaz e fiável de possíveis assaltos.

Sem comentários