Novidades

Xiaomi Mi Pad 4 aparece no site oficial e revela especificações e preço

O lançamento do Xiaomi Mi Pad 4 só vai acontecer amanhã, dia 25 de junho. No entanto, já muito se sabe sobre o próximo tablet da marca, que nos anunciará um novo dispositivo do tipo.

O último tablet da Xiaomi o Mi Pad 3, já foi lançado em Abril de 2017. Um ano depois, a Xiaomi brinda-nos com o Mi Pad 4.



Embora considere que, atualmente, existe muito pouca gente a utilizar um tablet Android (a não ser para multimédia), tenho as minhas esperanças quanto ao próximo tablet da Xiaomi. Isto porque chegará a um preço mais apelativo para o que oferece. E a verdade é que os tablets não saem nada baratos e ter uma melhor opção, que seja mais em conta, é uma excelente aposta para atrair mais pessoas no uso deste tipo de dispositivo.


Mi Pad 4 terá um preço recomendado inferior a 200€



O Xiaomi Mi Pad 4, com um ecrã de 8 polegadas IPS LCD FullHD com rácio 16:10, estará disponível em pelo menos duas versões, ou seja, poderemos comprar com 3GB ou 4GB de RAM e 32GB e 64GB de armazenamento interno.

Um dos aspetos comuns a ambas as versões é o processador. O próximo tablet da Xiaomi virá equipado com o SoC Snapdragon 660 da Qualcomm.

O Mi Pad 4 apareceu no site chinês da Xiaomi com os devidos preços e especificações, estando, por isso, a maior parte das coisas reveladas.

Teremos uma versão LTE na qual poderás inserir um cartão SIM. Por outro lado, teremos uma versão sem esta caraterística. Quanto à versão LTE, faz sentido que venha a ser mais cara.

A nível de preços, temos a versão de 4GB de RAM a chegar por cerca de 200€ (efetuada a conversão). Por esse motivo, podemos contar com a versão de 3GB de RAM a um preço mais amigável, embora os mesmos possam ser alterados.

Virá a correr o Android 8.1 juntamente com a MIUI. Ainda não se sabe exatamente com que versão virá, no entanto, deverá ser atualizado para a MIUI 10.

Virá com uma bateria de 6000mAh, que será carregável através de uma porta USB tipo-C.

É importante ressaltar que este é o P.V.P recomendado na China, logo, deverá mudar um pouco no que diz respeito a lojas online, ou loja física, embora não se saiba se o mesmo chegará a Portugal.


Acreditas que este tablet faça sucesso?


Sem comentários